sexta-feira, 18 de maio de 2018

Presença dos homens


Gosto de conviver com os homens. Preciosas amizades! Sempre amei em muito os homens como pessoas, o masculino tão distinto de minha feminilidade. Uma confissão íntima; não passaram de três, na vida pessoal. Fui tão amada, mas lá se foi cada cavalheiro viver outros encontros. Cada um, em sua particularidade, me deixou uma riqueza humana, bem singular. Histórias da Vida! É assim. Quem poderia ficar ao lado de uma criatura tão libertária, amante da solidão e inquieta como eu? Caminhei, me tornei mãe, altiva, feliz; tive sorte. Ao lado dos amores pessoais, eu me apaixonava e ainda me afeiçoo por figuras inteligentes, místicas ou intelectuais instigantes; anseios puramente pertencentes à alma; beleza noutro nível; ágape! 

Não quero citar aqui os tantos que me encantaram culturalmente e me abriram horizontes ao longo da existência; neste instante penso em dois indianos; o libertador das causas hindus, Mahatma Gandhi e Rabindranath Tagore, o poeta da leveza e do refinamento – foto em homenagem a estes dois magos da Vida, e, ali ao lado, estou invisível a sorrir! As paixões são sensações fortes da juventude. Na vida avançada, outras instâncias; sentimentos leves, sutis e sem transtornos, mas intensos em relação a tudo que toca o coração-percepção-sensibilidade; atração a tudo que vise manter chama acesa dentro de nós, aquecendo a alma a cada dia, em comunhão Amorizante.


Manhã de 17 de maio de 2018, para este meu Caderno Aquariano.

terça-feira, 8 de maio de 2018

Desenhar, criar, revelar-me



O Desenho é uma escrita interna que me revela mergulhos do inconsciente sempre que, deliberadamente, uso o meu escafandro para ler o que está escrito no meu universo pessoal e mesmo coletivo.
Bico de pena, aquarela e assemblage - selos e outros materiais.
 Outros trabalhos em - www.chavemestra.com.br/


Aquarela, selo Inglaterra e bico de pena/nanquim, 2018

quinta-feira, 3 de maio de 2018

Liberdade de escrever – Advogar


Foto : Janete Bloise - 29/abril/ 2018  
Importa é o texto, não a foto desta senhora determinada, criativa, inconvencional, reservada, libertária. Amorosa diante dos valores vitais da pessoa humana e de toda a natureza mãe.  Afeto, singular, aos despossuídos, degradados, marginalizados, loucos, humilhados e ofendidos, esquecidos e injustiçados. Senhora avessa radical aos “indivíduos” armados com senso de justiça frio, velado, capcioso, inquisidor, hipócrita.

Qualquer ser humano é potencialmente advogado/a em prol de seus próprios valores, vida. Advogar é interceder a favor de uma causa, é defender com argumentos questões dadas. Perante a Lei Civil ou Penal, a Constituição e mesmo a Lei Moral-ético-laica, não existe crime algum por indícios, suposição metafísica, convicções, decisões políticas e avaliações sentenciais sem provas reais, justificadas.
Advoguemos todos nós, o direito de liberdade ao homem que soube se doar inteiro ao seu povo, beneficiando, democraticamente, poderosos e humildes, cultos e ignorantes. Engravatados bem vestidos e degradados sem chão, sem pão e água potável.  #Lulalivre.
martha pires ferreira - Bacharel Direito - UEG-UERJ - 1965. 
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

sábado, 28 de abril de 2018

Desenho - faça o seu.


Liberdade de criar, se expressar. 
Se tiver algo a dizer, usar mínimo de meios, plagiando o genial Paul Klee.
Desenhar é ato de liberdade, o mais vem por acréscimo. Nada de conceituações, nem lugar ao Sol. Propor ao espaço vazio o que a inteligência provoca. O mais é o mais, nada mais interessa. 

Criar sem receios usando papel canson em pequenos formatos para começar. Aquarelar ou usar simples lápis de cor, inserir selos ou alguma imagem, particularmente, escolhida com atenção. Desafiar traços com bico de pena/ nanquim, diretos no papel; linhas livres. Não importa se houve frustação, o bom é arriscar. A qualidade vem com o tempo.
 
Todo ser humano é potencialmente um criador em maior ou menor grau. A Arte não é privilégio de um pequeno grupo de artistas, não mais o dom de uns poucos.
 Faça o seu Desenho.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ 

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Dia Internacional do Livro // biblioteca-ateliê


Dia Internacional do Livro, hoje. Fiquei sabendo pelo Facebook, por um bom amigo virtual. Amo os meus livros. Livros nas estantes das bibliotecas, livrarias e sebos. O prazer das palavras, o intervalo entre as palavras, o silêncio das palavras. Certo fascínio pelo universo insondável dos autores. Sou andarilha entre livros de vertentes caminhos; arte, filosofia, astrologia, mitologia, alquimia, religião comparada, a mística e o orientalismo, literatura, poesia, ciência, psicologia, política, história. Distante de banalidades esotéricas. A música mais refinada, sempre presente, quando desenho. Mas, é no silêncio que os autores se revelam e me envolvem.












Fui me informar no Wikipédia e fiquei sabendo que este dia teve a sua origem na Catalunha, uma região da Espanha. A data começou a ser celebrada em 05 de Abril de 1926, em comemoração ao nascimento de Miguel de Cervantes, escritor espanhol.
Um flash no meu mundo biblioteca-ateliê desordenado e em ordem absoluta/ mpf
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

São Jorge revestido de glória !


 São Jorge revestido de glória!

Viva São Jorge !! Hoje, 23 de abril. Festas em sua homenagem em vários pontos da cidade: Majestosa Festa de Quintino, Campo de Santana – São Gonçalo e São Jorge, Largo do Bodegão-Santa Cruz, Rio das Pedras, São Pedro do Mar e nem sei mais onde!

Cerimonias religiosas, feijoadas e show!
Admiro em muito as Festas populares, por esta razão Homenageio São Jorge com alegria, em apoio ao povo devoto!




        Kandinsky - exposição CCBB - RJ
Imagem de São Jorge tendo salvado a Dama – simbolicamente representa a luta com das forças instintivas primárias e o encontro dos opostos.

 São Jorge – o Santo Guerreiro 
            Viva São Jorge, guerreiro de cada dia! (matéria abaixo data de 23//04/2013).
          Extensas informações sobre São Jorge na internet, Wikipédia e mais inúmeras fontes; lendas, histórias de santos.  Originário da Turquia, Capadócia - nas paredes da Igreja de Santa Catarina, nichos que são usados para túmulo, possuem afrescos, imagens iconográficas de santos, entre eles, São Jorge.
------------------                                      
          São Jorge, o Santo Guerreiro, é venerado tanto na Igreja Romana, quanto na Ortodoxa, na Anglicana e no sincretismo Afro, sendo como orixá, Ogum. Santo padroeiro em várias partes do mundo, incluindo extraoficialmente a cidade do Rio de Janeiro. É o padroeiro da cavalaria do Exército Brasileiro. Consagrado na cultura popular, dia 23 de abril, com milhares de devotos seguidores.
          Guerreiro com armadura montado em fogoso cavalo ele empunha uma lança voltada para a boca e domínio de um terrível dragão, tendo ao fundo uma donzela, representando simbolicamente o aspecto feminino, a Anima, que o inspira. São Jorge representa a batalha tenaz entre o bem e o mal; a força espiritual para vencer as dificuldades de cada dia.
          São Jorge inspirou na música brasileira de Jorge Bem, Fernanda Abreu, Caetano Veloso, Zeca Pagodinho, Moacyr Luz, Aldir Blanc. Romances, novelas, filmes, DVD, bares, cervejarias, botequins. São muitas as homenagens ao grande guerreiro. Este Santo entrou na história popular brasileira, talvez, pela imigração árabe. Está profundamente inserido no imaginário popular como potência capaz de solucionar os mais difíceis problemas. Chama atenção um belo cartaz, na entrada de uma Igreja, onde podemos ler:
          “Salve São Jorge! Entre para rezar e saia para servir”.
          Segundo a lenda São Jorge, nasceu em torno de 275/80 d. C. na Capadócia, Turquia. Com a morte do pai numa batalha, ele ainda menino, foi com a mãe para a Palestina, Lida, onde a família da mãe tinha muitos bens e pode educá-lo da melhor maneira possível. Chegando à adolescência entrou para a carreira das armas, por temperamento, índole. Chegou a ser capitão do exército romano. Com apenas 23 anos exercia na corte imperial, em Nicomédia (Ásia Menos), a função de Tribuno Militar.
          Com a morte da mãe, São Jorge vendo muita crueldade contra os cristãos, parecendo-se e desejoso de alcançar a salvação, distribuiu suas riquezas aos pobres, indo viver na corte do Império romano.
          O imperador Diocleciano havia feito planos para matar todos os cristãos. No dia marcado para o senado confirmar o decreto imperial, Jorge levantou-se no meio da assembleia declarando-se contra aquela decisão, e para espanto de todos afirmou que os romanos deviam se converter ao cristianismo. Todos ficaram atônitos ao ouvirem palavras proferidas por uma pessoa da suprema corte defendendo a fé em Cristo e em nome da Verdade. São Jorge se dizia servo do redentor Jesus Cristo, e Nele confiando para dar testemunho da Verdade.
          O imperador tentou fazê-lo desistir da fé cristã, mas ele manteve-se fiel ao cristianismo. Com isso foi torturado de vários modos. Depois de cada tortura, o imperador lhe perguntava se renegaria a Jesus Cristo. Jorge reafirmava sua fé. Seu martírio ganhou notoriedade perante o povo, inclusive a mulher do imperador, que se converteu ao cristianismo. Diocleciano, não tendo êxito, decidiu no dia 23 de abril de 303, degolá-lo, em Nicomédia.
          Já havia dedicadas a São Jorge, cinco igrejas em Constantinopla, no século V. No Egito, logo após sua morte, construíram-se mais quatro igrejas e trinta conventos dedicados ao santo mártir. Na Armênia, em Bizâncio, na Grécia, São Jorge era inscrito entre os maiores santos da Igreja Católica. Padroeiro de Portugal, Inglaterra e Catalunha. 
 selo comemorativo - Alemanha

séc. XIV - Russia
Viva São Jorge, guerreiro de cada dia!
Martha Pires Ferreira


domingo, 22 de abril de 2018

Era de Aquarius - Age of Aquarius

Em português ler aqui no Blog em 23 de outubro de 2016.
Inglês - 
http://cadernoaquariano.blogspot.com.br/2011/04/age-of-aquarius.html

                                Zodíaco árabe 
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

sábado, 21 de abril de 2018

Tiradentes - Herói Nacional - 21 de Abvril !

“O papel mais arriscado quero-o para mim”.
TIRADENTES  - Joaquim José da Silva Xavier (12/11/1746 - Fazenda do Pombal MG – 21/4/1792 – Rio de Janeiro – enforcado, esquartejado) - Herói Nacional por lutar por direitos cívicos _ Inconfidente mineiro_ precursor na luta pela Independência do Brasil. 

Pintura - Figueiredo


De Tiradentes: “Se todos quisermos podemos fazer deste país uma grande nação”

“Dez vidas eu daria se as estivesse para salvar a deles”.

“O papel mais arriscado quero-o para mim”.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

sexta-feira, 20 de abril de 2018

Signo de Touro


                   Vitral - Catedral de Chartres
O Sol iniciou seu percurso pelo Zodíaco, signo de Touro, hoje, dia 20 de abril a 0h20 da madrugada, Rio de Janeiro, Brasil - Outono / hemisfério sul. Astrologia é uma linguagem simbólica. Este signo pertence ao elemento Terra - Analogia com Vênus – feminino, fixo.
Touro é o 2º signo do Zodíaco (a cada ano poderá cair em 19-20-21/ abr. a 20-21-22/maio, dependendo da latitude e longitude horária).
Vênus  Museu de Berlim - Vênus de Milo, Museu do Louvre 

Características agradáveis e desagradáveis deste signo:
Valores pessoais e materiais. Trabalho e lucro. Bens materiais. Organização. Objetividade. Praticidade. Segurança pessoal. Tenacidade. Posse. Acumulação. Construtividade. Constância. Persistência. Teimosia. Utilitarismo. Raiva.  Sentimentos contidos. Rancores. Tolerância. Fidelidade. Proteção. Amorosidade. Prazeres em geral. Bom comensal. Lealdade. Obstinação. Afetuosidade. Obsessividade. Gosto pelas Artes. Sensualidade vigorosa. Paciência. Repressão. Frustração. Administração. Economia. Contabilidade. Egocentrismo. Apego. Produtividade. Repouso. Quietude. Sentido da natureza. Resistência. Inércia. Inflexibilidade. Propósitos concretos. Ciúme. Continuidade. Reserva. Solidez. Estabilidade. Realização.

Iluminura Idade Média 

domingo, 15 de abril de 2018

Poetizando com selos


China

Poetizando com selos – sinetes dos povos. Passei o dia entre aquarelas, selos e canetinha nanquim. Desenhando desvio tensões, longe das armações e das grandes potências cheias de ódios. As barbáries dos insensatos, atadas às suas perversas psicoses, não podem nos abater de todo. 
Grecia e
Brasil

Procurar antídotos compensadores; música, artes, amizades afetuosas, família, natureza. Não se alienar, mas se cuidar.  Vários desenhos em pequenos formatos/ detalhes.
França, Inglaterra e Portugal
----------------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 13 de abril de 2018

Ciclo astrológico – ponto de vista


Liberdade de escrever XI – ciclo astrológico – atualidade.
Sempre me vi interessada pelas questões políticas, jurídicas, governamentais e sobre tudo o caminhar da humanidade em seu percurso histórico em várias áreas do saber. Uma delas, a Astrologia, nos primórdios das civilizações, e, que me atraiu na simples intenção de desvendar os ciclos que impulsionam a espécie humana em sua evolução, seu árduo processo criador.
Não me atrai a Astrologia pautada nas vaidades, ambições desmedidas, ânsias banais de glórias e sucessos, e sim a que é pontual como um método prático de autoconhecimento e possibilidades realizadoras, criatividade no cerne de cada ser.  Ah, longe da astrologia sentimental, a que visa buscar o “Amor da minha vida”, quando encontrará ou voltará  “aquele que me completa”. Ah, por favor, sou uma aquariana que dirá friamente; seja arrojada e procure por si mesma, com ética e dignidade, quem procura, acha.
É estreiteza e banalização justificar nas posições celestes as perversidades e crueldades dos atos pessoais, ou aquelas manifestas pelas organizações institucionais, sejam elas estatais ou privadas. “Os astros inclinam, não determinam”. Os atos e decisões pessoais não podem ser justificados pelas posições dos astros, apenas explicadas por analogia simbólica. A liberdade humana atua e infere por “livre arbítrio” diante de fatos de qualquer natureza e questões a serem vividas. Cada ser humano tem a responsabilidade e o poder de decidir conforme a sua consciência diante de fatos a enfrentar com suas complexidades, as mais paradoxais possíveis.
Vivemos um tempo de travessia fortemente marcado por ciclos planetários, semelhanças astrológicas, que nos remetem à Antiguidade, à Renascença e a Revolução Francesa.
Suméria 1.300 a. C.

Demos um passo ou mais. Há dois mil anos escravos romanos que fugiam da opressão, em Belém, na Palestina, nasceu um judeu revolucionário que desobedeceu a Lei Mosaica ditando outros horizontes para a humanidade, na Renascença, cristãos no Ocidente, se rebelam diante de dogmas e normas que esmagavam a liberdade espiritual, as artes e as ciências avançaram grandiosas, no séc. XVIII as conquistas sociais foram demarcadas com a Revolução Francesas. Tempos de trevas, luzes e trevas no mundo moderno. Não tem mais espaço na vida contemporânea, do terceiro milênio, diretrizes pré-fabricadas por poderes vazios de valores. Estamos no século XXI e a humanidade se confronta com semelhanças astrológicas de há 4.000 anos quando apareceu a escrita nos tabletes de terracota. Agora, a revolução industrial e tecnológica de ponta com as mil possibilidades, na internet, celulares e suas plurais parafernálias.
Babilônia, 1.000 a. C.

A Vida é Bela em seu processo, o ser humano atua e avança para níveis mais depurados. A humanidade se confronta se conflitando; por razão de sua existência, natureza essencial, evoluir para o ponto Ômega da criação.

Desenho _ scaner _ aquarela, bico de pena e selo
Riquezas do Brasil, 2001

terça-feira, 10 de abril de 2018

Liberdade de escrever - honestidade-corrupção


Pessoas que se acham melhores que outros cantam pela prisão do ex-presidente Lula da Silva e se colocam violentas contra a famigerada corrupção, cheias de ódios capilares. Mas “honestas” que são, acusam levianamente os outros e esquecem que não declaram seus impostos de renda, e, sabem muito bem como sonegar. Gente do atraso que não suporta ver como as pessoas mais simples/povo estão, frequentando cinema, teatro, concertos, restaurantes, e, andam de avião, e mais, compram automóvel com o suor do trabalho!
Como é bom ver trabalhadores/as assalariados ou autônomos se arrumarem gloriosos e irem aos eventos sociais com liberdade de cidadãos livres, ocupando espaços públicos que a todos pertencem! Uma senhora que andava desgrenhada, desalinhada, quando mais jovem, teve a oportunidade de se vestir como gente, a seu modo e de batom, diga-se de passagem, se ver feliz por frequentar o Theatro Municipal e a Sala Cecília Meireles! Quero é ver toda a humanidade feliz, com boa escolaridade, educação, bem vestida e alegre, sem exclusões --- tendo casa, pão e bom vinho ou cerveja na mesa. Sejamos generosos em palavras, desejos e ações.


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~