Páginas

quarta-feira, 26 de julho de 2017

A função do ser Humano

Flores do Bem - A função do ser humano é ser humano.
Cuidar e amar a Natureza em que se vive sendo equânime. Não só as Artes e as Ciências deverão nos conduzir e sair vitoriosas, nem tão pouco o brilho do sucesso, poderes, cargos ou dinheiro por elevação social, mas essencialmente a beleza do Bem, a beleza do fazer o melhor possível, dia a dia, diante da magnitude que é a Vida em sua plenitude eterna. A felicidade, que todos almejam, está em ser humano, no servir em silêncio, no desapego do ter e possuir, tendo e sendo. A Alegria está no possuir sem apegos, no doar-se ao próximo com simplicidade de coração.
Só os verdadeiramente Humanos sabem viver Bem, independente da posição social que ocupam.
Alguns admiráveis humanistas > Gandhi, Tagore, Albert Schweitzer, Charles Foulcauld, Dalai Lama, Thich Nhat Han, Erasmo, Nise da Silveira, C. G. Jung, Henry Miller, Thomas Merton e Suzuki, Leonardo Boff, Dom Laurence, Helder Câmara.
 








quinta-feira, 13 de julho de 2017

Luiz Inácio Lula da Silva - Outro Mandela, Não

Sabemos que na História da Humanidade a corrupção sempre esteve presente desde a mais remota antiguidade. Não são novidades desta ou daquela época  a corrupção sistêmica e as omissões de grupos empresariais em suas responsabilidades sociais.  Homens e Mulheres de bem, com ilibada moral ética, sempre existiu. O que não se concebe, na atualidade, são os julgamentos políticos sem base jurídica e sem provas de fatos nos autos. Condena-se por anseios de apropriações indébitas na calada da noite. A parcialidade jurídica é falaciosa e criminosa.
Luiz Inácio Lula da Silva foi sem qualquer dúvida o homem que teve a coragem de enfrentar, sentar nas mesas das negociações, ao lado dos poderosos financeiros e culturais de outras nações, de igual para igual, enquanto resolvia as questões frágeis de seu povo oprimido na maior desigualdade social. Se os seus pares cometeram deslizes de condutas, não é ele a pagar. Homem de inteligência admirável sempre defendeu as riquezas do Brasil para sua auto sustentabilidade.
A mediocridade estreita da classe emergente e as "elites" da Casa Grande nunca aceitaram um metalúrgico subir na vida. O preconceito uma doença gravíssima, rançosa em toda parte. Lula será sempre admirado por seu povo, por gratidão.
Os "donos do mundo" cobiçam mais e mais,  caminhando direto ao precipício. Esta civilização doente agoniza. Apocalipse! Os governos e os poderosos de cifrões não querem a Paz, quem quer a Paz é o povo trabalhador.
Lula Inácio não abaixará a cabeça, sua potência existencial é quase imbatível. Andará sempre de cabeça erguida e altiva nos surpreendendo.
Homem de amor ao Brasil, jamais, venderia uma fatia das nossas riquezas nacionais. Seu orgulho sempre foi de dar pão, teto, educação e dignidade ao seu povo. Está na História por ser Humano acima de tudo.
Luiz Inácio Lula da Silva terá muito a fazer porque sua paixão é o BRASIL - Outro Mandela, NÃO.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Bloco 6: Entrevista Revista NORDESTE com Lula


Excelente ! Sem preconceito ouvir tudo
"O pobre nunca foi problema é a oportunidade"
O pessoal do andar de cima, da Casa Grande, é estreita não aceita alguém subir e melhorar. "Distribuir as riquezas de forma mais equânime". 

terça-feira, 11 de julho de 2017

CRINAS - Duplo-animal - obra de arte.

27ª edição Arte de Portas Abertas
 CMC Laurinda Santos Lobo
15 e 16 de julho – 10h às 18h
Desenho - objeto -- Martha Pires Ferreira
Duplo animal - Técnica - Crinas/cavalo sobre papel arroz e papel seda
– 32.5 x 23.5 cm, 2017

Criatividade impulso quântico! 
Performance Passeio Socrático II – 15 de julho às 15h - sábado. Desdobramento sobre Passeio Socrático I, realizada na Casa Amarela em outubro de 2016.  

Performance PIRA – 16 de julho às 16h - domingo. Desdobramento sobre Círculo de Transformação, realizada no MAM em dezembro de 1970.


  Grupo de Estudos C.G.Jung  
   Local: Casa das Palmeiras - das 19h00 às 20h30.
              Plano de estudo/livro:
 O HOMEM E SEUS SÍMBOLOS
Início -12 e 26 de julho / 
9 e 23 de agosto de 2017
Carl Gustav Jung - 
concepção e organização.
I -Chegando ao inconsciente - A importância dos sonhos/- O passado e o futuro no inconsciente/- A função dos sonhos/- A análise dos  sonhos/ - O problema dos tipos/- O arquétipo no simbolismo do sonho/-A alma do homem/- A função dos símbolos/- Curando a dissociação.
Às quartas-feiras de 15 em 15 dias.
Rua Sorocaba, 800Botafogo.
Inf.: Tel. 2266-6465 (das 13h às 17h) / 2242-9341
O Grupo de Estudos é gratuito
       Bem vindos os artistas, filósofos, psicólogos, pensadores livres, antropólogos, sociólogos e/ou qualquer pessoa que desejar ler, estudar e/ou conhecer, mais profundamente a obra de Carl G. Jung.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~          

domingo, 9 de julho de 2017

da minha janela - julho de 2017


Da janela observo o mundo ético-econômico-sócio-político-espiritual perdendo o prumo. E me pergunto: impressão de um tropeço da mecânica celeste em desequilíbrio? Prédios de realizações culturais envergando, tudo ilusão financeira e ideológica? Metáfora!
Nós do Planeta Terra caminhamos, do Oriente ao Ocidente, sem vislumbramos o horizonte, a direção da felicidade paradisíaca tão desejada. Vivemos mais para o Apocalipse! O que os Astros têm a ver com a insensatez e ganância dos mortais? Nada. Ciclos celestes, apenas apontam tempo de mudanças radicais em que todos nós estamos envolvidos queiramos ou não. O universo avança, naturalmente. 
A civilização atual no topo da convergência criadora, das conquistas industriais e tecnológicas perdendo o bom senso desaba, vertiginosamente, para um vazio caótico, suicida, ou, seremos nós, bípedes, atentos, a dar um salto de conduta para níveis civilizatórios mais elevados? Pertenço a esta segunda hipótese, com esperança e confiança na raça humana, nos seres mais depurados que por coragem e inteligência saberão dar o salto quântico. Confio na sensibilidade, intuição, mais consciência e potência criadora da Humanidade. Caminhemos, a beleza da Vida está acima da mediocridade dos camundongos de fraque e joias nos dedos. Não somos apenas matéria densa, a Energia Humana é raio para a plenitude.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Semana de Arte de Portas Abertas - 15 e 16 de julho

Semana de Arte de Portas Abertas 
2017
Performance Passeio Socrático II – 15 de julho às 15h - sábado. Desdobramento sobre Passeio Socrático I, realizada na Casa Amarela em outubro de 2016.  

Performance PIRA – 16 de julho às 16h - domingo. Desdobramento sobre Círculo de Transformação, realizada no MAM em dezembro de 1970.


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

sexta-feira, 30 de junho de 2017

The age of Aquarius

 Urania - deusa da Astronomia

The age of Aquarius

            Martha Pires Ferreira / 1972 , Rio de Janeiro / Brasil
             Even though astrology is not taken seriously by the academics of our time it is as old as men. The study of the stars was probably born from a passionate attempt to discover the secret of life and death. Astrology, which is known to all civilizations and cultures, remains until today as a science and an art of an experimental character and observation, studying the relationships between the man and the planets of the solar system – the behavior of the human being in the space of cosmic forces.
Astrology’s purpose is to determine the celestial influences that rule the destiny of beings and things. It is the art of universal correspondence applied to all types of individuals.
                             “Astra inclinam, non necessitant”
                          (stars predispose, but they do not impose )
Suddenly, many people want to know what is the so talked about Age of Aquarius. It really seems like eyes light up more when one talks about subjects like the coming future world, the dawn of the year 2000. A hope, an anxiety for beauty, happiness, a paradisic delight!?
I am not going to give astronomical data to explain that the vernal axis, by a process of retrocessing, is leaving the sign of Pisces, where we have spent twenty centuries, and is approaching now the sign of Aquarius. After the year 2000, aproximately around the year 2014 (?!), we can say that this axis will have passed the constellation of Aquarius, thus giving the origins of a New Age the History of Humanity.
As we cannot state with certainty anything pertaining future happenings, we can still believe that this age will be of great mental clearing up for all humanity. The Age of Aquarius is the wakening of intuition – immediate comprehension. Humanity will then have greater spiritual and scientific expansion. It is a period of freeing, of independence, of self-expansion, of telepathy, of paranormalness, of pre-cognition. Man is in search of knowledge and – by a kind of mediumship – knows what all the others think, what they are and wish. He is like the other, he is part of the other. It is what we call popularly the “tuned in man” in the larger sense of the expression. The development of perception will make him as penetrating as the X-ray. It is the being expanding in all levels, in all directions, directions that will permit knowledge which up to now is enigmatic for humanity. It announces truly a superior state of human evolution – a state of individual enlightenment – enlightenment of conscious lucidity.
The Age of Aquarius constitutes a new plan of development in the History of men. A total change of level – man acting in another psychic level. It is creativity in all its potentials, strength and vigor, completely transcending the present reality.

( with intervaly / period) (.....)

 This period of upheaval which comes before the Age of Aquarius – which we are already going through – can be seen as an apocalyptic phenomenon. The general psychic state of humanity is becoming more and more dangerous. It is the crumbling down of old ways of thinking: paradoxes, incongruities, nonsense – the unforeseeable! A reality which is very full of doubt and absurd.
Everywhere there are false prophets of truth and of knowledge – false lambs, false magicians, false clairvoyants, false wise men, and false enlightened. Many of these men as dogmatic “saviors of humanity” dictate principles and rules for the mind and for the soul, confusing still the general restlessness of the world. The pains will increase and humanity shall moan , tremble  and get excited. Completely ignoring what is left, we will only know that we feel pain and urgently need something to alleviate this and tranquilize us.
Those who have their individual torch alight, those who remain in a state of focused attention have nothing to worry about. The careful observer of current phenomenology  has only one exit : to confront the present moment , to confront himself and the darkness of his time , without creating rules or principles that will soon fade. The lucid man does not lose his goal – he works with lots of energy for a world which is humane and full of happiness- he suffers and does not fear the metamorphosis. He accepts the weight of the world on his fragile shoulders and does not get desperate. He trusts the principle of coordination of energies, in the renovating forces that emerge from the very center of the psyche. He works in silence and in love.
The Age of Aquarius, a utopia or a reality? If we ask geologists, sociologists and astronomers, they will have interesting data in relation to specific incidents. It really appears that everything is transforming. However, nothing can be stated, only time will tell.
For some scholars, the 2000 years that will follow can also be seen as the Age of Cosmic Space Conquest, and man has given sufficient proof that this is possible. But the age of Aquarius is above all the Age of the Discovery of the Interior Man- the AGE OF COSMIC MAN. The experimental study in school and universities.
In a profound interest to know his intimate nature and his intimate nature and his electromagnetic essence, man discovers that his soul is the divine being manifested in matter.
 -- The first publication of this article was in 1972 in the Brazilian version of the Rolling Stone magazine. 

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ .

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Erasmo de Roterdã - Flores do Bem

Sempre fui atraída por refinados sábios. Desde jovem amo Erasmo de Roterdã (1466/7 -1536). Retratado por importantes artistas - Pintura de Quentin Metsys.
“Ninguém pode escolher os próprios pais ou a pátria, mas cada um pode moldar sua personalidade pela educação”.
Erasmo um símbolo da nova era no panorama cultural de seu tempo. Era um tempo em que os papas acumulavam imensas fortunas, insuflava guerras, enquanto o clero mostrava muita ostentação e arrogância. Erasmo pregava o retorno aos princípios e valores originais do cristianismo; a paz fraterna. Era um educador por excelência. Sua obra universalmente conhecida e a mais célebre O ELOGIO DA LOUCURA permanece um clássico. Sátira à inversão dos valores que observava no bojo da sociedade daquela época. A ética estava no centro das suas ocupações intelectuais. Influenciou, sem dúvidas, o monge alemão Martinho Lutero, da mesma congregação que ele. Sua visão, de postura diante do mundo, inseria categoricamente o livre arbítrio de cada ser humano. Para Erasmo todos os seres humanos são capazes de diferenciar o mal do bem, o incorreto do correto, os erros das virtudes. E sempre teve abertura ao diálogo entre grupos discordantes no meio do cristianismo. Homem muito além de seu tempo; permanece atual.
Gravura de A. Dürer
Pintura H. Holbein
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

domingo, 18 de junho de 2017

Teilhard de Chardin - Flores do Bem

Nas ondas de Teilhard de Chardin * – (1881-1955).

               Que matéria refinada é esta da apreensão sutil? Como surge no ponto nuclear da Vida, a intuição, o pensamento, a ternura, a doçura, a sensibilidade? Uma das minhas questões. Outra é a direção/meta do Ser. Ser – por-união, União criadora – diria Bergson.
 paleontólogo - na China.

          “E eis-nos diante da seguinte perspectiva física. A nossa volta e em nós, a Energia Humana, sustentada ela própria pela Energia Universal, contínua sempre na sua misteriosa progressão para estados superiores de pensamento e liberdade”. (...)
          “Donde emerge, finalmente, em nossa consciência humana do século vinte (escrito, 1937 – extratos, 1958 e obras completas, 1962, Ed. Seuil), pela primeira vez desde o despertar da Vida, sobre a Terra, o problema fundamental da Ação. Até aqui o Homem agia, sobretudo, instintivamente, no dia a dia, sem saber muito por que e nem por quem tralhava”. (...)
          “Para quem compreende (e todo mundo compreenderá) a posição e a significação da menor parcela de pensamento na Natureza o afazer fundamental se tornou o de assegurar, racionalmente, o progresso do mundo de que fazemos parte. – Não mais somente, como outrora, para a nossa pequena individualidade, nossa pequena família, nosso pequeno país – não mais somente até pela terra inteira – mas para a salvação e o sucesso do próprio Universo, como devemos nós, homens (e mulheres) de hoje, organizar para o melhor à nossa volta, a manutenção, a distribuição e o progresso da Energia Humana?”
          “Toda a questão está aí.”
* - Padre jesuíta, paleontólogo, teólogo (maravilhosa cosmovisão - união Ciência e Fé)
- Meu Universo e a Energia Humana / Edições Loyola,  SP, 1980.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

a LUZ brilha das Trevas

"a LUZ brilha das Trevas"
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~



quarta-feira, 7 de junho de 2017

Da janela contemplo o mundo

Vista da janela, casa de meus pais, na poética Santa Teresa, da minha exuberante e rica juventude. Maneira de contemplar o  mundo.

Paisagem outra, da janela onde vivo neste mesmo bairro prazeroso, com esta minha idade avançada em belezas externas e internas, e, que o mundo tumultuado não pode invadir; eu me preservo.  Ah, não me alieno das coisas do mundo em eterno ajuste e reajuste, em especial no que diz respeito às questões de justiça e acolhimento humanitário e social. Não me permito omissões relativas ao bem comum. Sei dar meu tempo e sei meu espaço. Meu recanto de contemplação e interioridade são coisas sagradas. A vida flui no horizonte do relativo ao absoluto.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~